domingo, 21 de outubro de 2007

Vânia Bastos em Brasilia







Ontem a noite, tivemos uma noite maravilhosa, Vânia Bastos fez um show no Teatro Sesc Garage da 913 show e o show foi um deleite para aqueles que apreciam uma voz bonita, afinadíssima, delicada, suave e harmoniosa.

Conheci Vânia Bastos através do disco "Belas e Feras", eu me rendi a ela quando ouvi este disco, achei a voz de Vânia muito delicada e este disco é lindo, foi feito apenas com compositoras mulheres, inspiradas, talentosas, delicadas e fortes como Rita Lee, Adriana Calcanhoto, Marina Lima, Yvone Lara, Fátima Guedes, etc.

Eu já havia trocado algumas mensagens com Vânia pelo orkut e quando fiquei sabendo q ela estaria em Brasília, eu fiquei eufórico, não poderia jamais perder este show mesmo com as informações desencontradas que o Correio Braziliense passou.

E o show ainda teve um “bônus” que foi abertura do show com o cantor Salomão di Pádua, um cantor do Maranhão mas que mora aqui em Brasília e que foi o vencedor do Prêmio SESC de Música com a canção "Samba para Tom Jobim”. Eu já o conhecia pessoalmente mas ainda não havia tido a oportunidade de vê-lo cantando, e foi justamente neste show que pude prestigiá-lo pela primeira vez, eu adorei a voz deste cara, bem afinadinho, tem uma voz gostosa de se ouvir, canta muito bem e se expressa bem no palco, no final do show ele e Vânia fizeram um duo lindo cantando "Só tinha de ser com você" de Tom JObim.

Vânia encantou a todos com a apresentação dela, com sua bela voz afinada e acompanhada do pianista Fabio Torres que é fantástico, foi ele quem fez os arranjos e é também o diretor musical do show.





Este show é o show do lançamento do CD/DVD “Tocar na Banda” que é uma canção de Adoniran Barbosa. E Adoniran Barbosa é um cara que eu gosto muito, por causa do seu jeito muito engraçado, divertido, espontâneo. Ele com seu jeito simples de fala rouca contava muitas histórias através de suas músicas, histórias engraçadas que contrastam o bom humor e a realidade de um típico paulistano que luta pela sobrevivência nesta metrópole. Eu acho Adoniram, a cara de São Paulo! E ele me lembra muito, Clara Nunes na canção “Abrigo de Vagabundos” (maravilhoso o clipe dos dois nesta canção) e “Iracema” e também me lembra Elis Regina na canção “Saudosa Maloca” e “Tiro ao Álvaro”, inclusive no DVD de Elis Regina, tem uma cena que eu acho uma graça os dois, Elis e Adoniran, passeando de mãos dadas pela cidade de São Paulo, todas estas lembranças vieram a minha mente na canção “Tocar na banda” e achei que Vânia foi muito feliz em escolher uma canção dele para dar nome ao CD/DVD que ela lançou.

Vânia é diva! Ela canta e encanta com delicadeza, elegância, sensualidade, teatralidade, doçura e alegria, ela passa uma energia muito boa quando canta. Ela é alto astral!

No show, ela mostrou releituras como “Casaco Marrom” (Danilo Caymmi, Renato Correa e Guarabyra), “Certas Coisas” (Lulu Santos e Nelson Motta), “Rouxinol” (Gilberto Gil e Jorge Mautner), “Sabor de Veneno” (Arrigo Barnabé), “Você não entende nada” (Caetano Veloso), “Luiza” (Tom Jobim), “Chegou a bonitona” (Geraldo Pereira/Jose Batista), “A Vizinha do Lado”, (Dorival Caymmi), “Canta, canta mais” (Tom Jobim/Vinicius de Morais) que foi tema da novela “Éramos Seis” e também a canção “Paulista” (Eduardo Gudin/J.C. Costa Netto) que é uma espécie de hino à cidade de São Paulo. Alias nota-se que São Paulo é bem valorizado por Vânia que é de Ourinhos mas fez carreira na Paulicéia Desvairada cantando com Arrigo Barnabé.

No final do show, adquiri o DVD e passei o domingo todo ouvindo e descobrindo outras nuances, outras facetas da intérprete Vânia, outras músicas que ela canta e que me encantou como a música “Mal Menor” de Itamar Assunção, Vânia assim como Zélia Duncan valoriza Itamar Assunção e outros compositores da Vanguarda Paulista. No DVD a gente percebe pela postura, pela roupa, pela elegância, teatralidade e pelo jeito bem feminino e delicado no palco que ela é mesmo DIVA! Sem contar que no DVD a gente encontra o show bem mais completo com uma equipe de músicos de primeiro time e em especial um cello que faz maravilhas nos arranjos das musicas.

Conhecer Vânia após o show foi muito gostoso, eu e meus amigos ficaram encantados com o jeito despojado dela, ela lembrou de mim pelo orkut e estava preocupada comigo pensando que eu iria perder o show por causa das informações desencontradas do jornal, mas ainda bem que o nosso amor a música fala mais alto e faz com que a gente corra atrás daquilo que nos faz bem, é doce, e nos traz vida, assim é a musica de Vânia Bastos!









Related Posts with Thumbnails
Postar um comentário