domingo, 27 de abril de 2008

Ney Matogrosso em Brasília




Ontem fui conferir o novo show do Ney na turnê "Inclassificáveis", tava doido pra assistir este show pois ja havia escutado o disco, lido as críticas, conversado com amigos que assistiram este show em Sampa e no Rio, sempre ouvindo mtos elogios, um show que desde a estréia me despertou muita curiosidade, já tava esperando há muito tempo este show chegar em Brasilia e finalmente ontem à noite chegou o dia de viver esta aventura musical!

Os shows anteriores que eu assisti do Ney foram muito bons (Cartola, Com o grupo Pedro Luis e a Parede e Canto em qualquer canto), mas ele estava muito comportado. Foi a primeira vez que eu pude assistir a um show dele em que ele usa figurino, com perfomance, bem teatral. Este show me chamou atencao pelo figurino de Ney (vejam as fotos), por ter músicas inéditas, algumas de compositores desconhecidos e tambem por ter uma levada mais pop.

Ele abre e encerra o show com Cazuza. Começa com "O tempo nao pára" (Frejat e Cazuza. Depois cantou "Mal Necessário" Mauro Kwitko), "Fraterno" (Pedro Luis), "Ouça-me" (Itamar Assumpção e Alice Ruiz), "Um pouco de calor" (Dan Nakogawa) - já falei desta música em postagens anteriores, "Sea" (Jorge Drexler), o rap-rock do "Ode aos Ratos" (Edu Lobo e Chico Buarque) que eu adoro, o maracatu "Inclassificáveis" (Arnaldo Antunes) que dá nome ao CD/DVD/show, "Veja bem, meu bem" (Marcelo Camelo), "Divino Maravilhoso" (Caetano Veloso).

Eu fiquei impressionado com a presença de palco que o Ney tem. É incrivel como ele prende a atenção, como ele é sensual, afindo, debochado. As mulheres ficam loucas com ele, achei lindo ele descer do palco e dar uma volta na platéia cantando a música "Por que a gente é assim" (Frejat e Cazuza), elas ficaram doidas, o povo avançou, teve uma senhora que chegou a beijar os pés do Ney!

Eu acho Ney um artista completo! Para cada música, uma coreografia, um rebolado, explora a sensualidade, os trejeitos, ele se diverte no palco e adora provocar a platéia! Achei fantástico quando ele trocou de roupa (como se estivesse trocando de pele) e comecou a cantar "Cavaleiro de Aruanda" (Tony Osanah).


No bis, quando ele volta ao palco, ele canta com doçura "Simples Desejo" (Jair Oliveira) e encerra com "Pro dia nascer feliz" (Cazuza e Frejat). Na música Simples Desejo, ele deseja que o dia termine bem, afinal, com um show desses, com certeza o dia terminou muito bem! Impossível nao voltarmos mais felizes pra casa!

Uma coisa que eu adoro no Ney é que ele sempre quebrou paradgimas, e agora, ele está quebrando mais um ao mostrar toda o seu vigor, sua energia, sua excelente forma física aos 66 anos! As pessoas de mais de 60 anos não tem que estar em casa de pijamas e chinelos... Eu já disse uma vez que na próxima encarnação gostaria de nascer Ney Matogrosso, mas a vida é tao rara e única e nao dá pra saber se existe ou nao esta possibilidade, sendo assim, digo então que gostaria de envelhecer igual a ele! Eu simplesmente ADOREI a canção "Lema" que ele interpretou neste espetáculo, é com esta música que eu vou encerrar a postagem de hoje! Esta canção é uma lição para todos nós, farei desta canção o meu lema!

Ouçam:




LEMA

(Carlos Rennó e Lokua Kanza)


Ioba iê, ioba iê, ioba
Ioba iê, ioba iê, ioba


Não vou lamentar
a mudança que o tempo traz, não
o que já ficou para trás
e o tempo a passar sem parar jamais
já fui novo, sim
de novo, não
ser novo pra mim é algo velho
quero crescer
quero viver o que é novo, sim
o que eu quero assim
é ser velho.

Envelhecer
certamente com a mente sã
me renovando
dia a dia, a cada manhã
tendo prazer
me mantendo com o corpo são
eis o meu lema
meu emblema, eis o meu refrão
mas não vou dar fim
jamais ao menino em mim
e nem dar de não mais me maravilhar
diante do mar e do céu da vida
e ser todo ser, e reviver
a cada clamor de amor e sexo
perto de ser um Deus
e certo de ser mortal
de ser animal
e ser homem

Tendo prazer
me mantendo com o corpo são
eis o meu lema
meu emblema, eis o meu refrão

Eis o meu lema
meu emblema, eis minha oração
eis o meu lema
meu emblema, eis minha oração

Ioba iê, ioba iê, ioba
Ioba iê, ioba iê, ioba











Related Posts with Thumbnails
Postar um comentário