quinta-feira, 5 de junho de 2008

A voz abençoada de Mônica Salmaso no Planalto Central


Desde que fiquei sabendo que a Turnê "Noites de Gala, Samba na Rua" chegaria a Brasilia eu fiquei eufórico, contando os dias para ver esta musa do canto e do encanto, para ouvir esta voz tão abençoada que é a voz de Mônica! Foi a primeira vez que Mônica Salmaso cantou na Sala Villa-Lobos do Teatro Nacional que é o palco mais nobre do Planalto Central.

Sempre torci muito pela Mônica Salmaso, sempre divulguei muito o trabalho dela, falando para todos e estou muito feliz porque ela está realizando um grande sonho dela que é viajar com esta turnê pelo Brasil, ela conseguiu o patrocínio do Bradesco Prime, fiquei muito feliz pois aos poucos, neste trabalho de formiga, com muito paciência, muito amor à música ela está conquistando o lugar dela. E ela merece, viu? Merece muito!

Eu assisti a este show 3x no Teatro FECAP em São Paulo quando ele estreou no ano passado, mesmo assim este show em Brasília foi diferente, primeiro porque assisti-lo em minha cidade tem todo um outro clima, uma outra energia diferente daquela que senti em Sampa, lá o show foi mais intimista pois o teatro era bem menor e aqui o palco é bem maior sem contar que depois de um ano, o mesmo show sempre está melhor pois os artistas vão se aprimorando.

Fiquei muito emocionado do público brasiliense prestigiar o trabalho da Mônica, os ingressos estavam esgotados, o teatro lotado (mais de 1500 pessoas lá) e o público muito fervososo com a Mônica, ela sentiu todo este calor e chegou a comentar isso. Quanta simpatia e simplicidade é a Mônica!

Este show nao é um show só da Mônica, e sim dela com o grupo Pau Brasil que é um quinteto de música instrumental brasileira simplesmente fantástico! Mônica foi muito feliz em escolher o grupo Pau Brasil para este trabalho porque a sonoridade deles é única, eles são uns monstros na música! E Mônica valoriza bem os músicos que tocam com ela, o show nao fica centralizado só na cantora, é um show onde o cantor faz parte do grupo de músicos. Não é uma banda que toca com o artista.

Repertório do show:

O show contempla as diversas fases do Chico Buarque. Do Chico inicial, tratado como herdeiro de Noel Rosa na década de 60, Mônica selecionou quatro faixas: "Quem te viu, quem te vê", "Logo eu", "Morena dos Olhos D'água" e "Bom Tempo" onde Mônica toca com as unhas um tamborim ou um pandeiro, sempre acompanhada do marido - Teco Cardoso, sax e flautas do quinteto.

Da década de 70, período em que as canções de Chico Buarque tornaram-se emblema contra a ditadura eles tocaram "Construção" que ganhou no show uma versão trágico-sensorial com direito a tráfego real emitido pelo grupo, "Partido Alto", "Basta um dia" e "Olha, Maria" que Chico compôs em parceria com Tom Jobim e Vinicius de Morais.

Nos anos 80, quando Chico incorporou definitivamente a condição de unanimidade nacional, dessa fase, ela escolheu "A Volta do Malandro" nesta canção que abre o show a gente sente todo o requinte jazzístico do quinteto Pau Brasil. Esta música foi feita para o filme "A ópera do malandro", "Beatriz" de Chico e Edu Lobo, que ela canta somente piano e voz no bis, por sinal, belíssima a interpretação dela, a lúdica "Ciranda da Bailarina" também de Chico e Edu, "O Velho Francisco", música que eu adoro e "Suburbano Coração".

Da fase de sofisticada maturidade de Chico, a partir dos anos 90, eles cantaram "Você, você" que Chico fez em parceira com Guinga em homenagem ao seu neto, que também se chama Francisco, Mônica dedica esta canção ao seu filho recém-nascido Théo. Menininho abençoado este, heim? Já pensou ser ninado com a voz de Mônica???

Mônica incluiu neste repertório a cançao "Flor da Idade" que nao está no disco. Eu amei esta música na voz dela!!! Uma canção a mais no repertório que ela acrescentou para a alegria dos fãs!

Há um momento em que Mônica fala da sua relação com o grupo Pau Brasil e se retira do palco deixando a platéia com o grupo, nessa hora eles tocam "Pulo do Gato" música de Paulo Bellinati, o grupo simplesmente encanta a platéia com o virtuosismo deles.

Eles encerram o espetáculo com uma modinha, um dos momentos mais EMOCIONANTES do espetáculo, esta modinha é uma graça! Simplesmente bárbaro, de uma doçura e criatividade incríveis! Nao tem quem nao saia encantado do teatro com tanta doçura!

Vejam o video
:



* Desculpe a qualidade da imagem (o som tá ótimo), mas é que minha máquina nao anda muito boa para essas coisas, pretendo em breve trocar por uma bem melhor pra poder registrar esses momentos que são muito especiais!


Fotos do show:




Fotos de Adalberto de Carvalho


É claro que eu tinha que ir ao camarim e expressar o carinho que sinto por ela, e não é que ela me reconheceu??? Fiquei super feliz com a simpatia e o carinho dela com os fãs. Meu lado tiete fez com que ela autografasse o último cd dela que saiu recentemente "Nem 1 aí" ao som deste disco eu estou terminando esta postagem!


Related Posts with Thumbnails
Postar um comentário