segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Recital: Mônica Salmaso e André Mehmari

Foto de Fabiano Teles

Já falei neste blog que eu sou apaixonado pela voz de Mônica Salmaso, amo amo amo o timbre de voz dela, considero a voz de Mônica algo sagrado! Tenho muito respeito por esta intérprete que valoriza tanto as canções do nosso cancioneiro, Mônica tem dentro de si um pouco de Mercedes Sosa, Milton Nascimento, Clara Nunes, Dorival Caymmi, Paulo César Pinheiro e muita coisa folclórica do Brasil. Ela trouxe a Brasília neste final de semana, um show belíssimo, na verdade, nao considero exatamente um show, considero um recital, um show bem intimista, camerístico, um dueto de Mônica com o virtuosíssimo André Mehmari, este jovem pianista talentosíssimo, um casamento musical perfeito! Muito legal a interaçao entre os dois!

Trago pra vocês um pouco do que vi e ouvi neste final de semana.


Monica Salmaso cantando "Pra que discutir com madame?" (Janet Almeida/Haroldo Barbosa):



Mônica Salmaso cantou uma cançao de Simon Diaz, um dos maiores compositores da Venezuela, ouçam que lindo é a "Tonada da Luna Llena":



Mônica Salmaso cantando "Bate Canela" canção de domínio público:


Mônica Salmaso cantando "Milagre" (Dorival Caymmi):



Mônica Salmaso cantando "Acaçá" (Dorival Caymmi):



Mônica Salmaso cantando "Saruê" (Sérgio Santos/Paulo César Pinheiro), Mônica explica que Darcy Ribeiro iria gostar muito de cançao porque traduz o Brasil:




Mônica Salmaso cantando "Modular Paixões" (André Mehmari/Luis Tatit):




O canto de Mônica é sagrado, e o que é sagrado a gente tem respeito e se ajoelha! O canto de Mônica é pra ser admirado, a música tem o poder de nos fazer transcender entao deixemos nos levar pelo canto de Mônica e subamos ao céu!




Foto de Fabiano Teles



Foto de Verônica Valério
Related Posts with Thumbnails
Postar um comentário