quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

"Ouro e Sol"

Sabe aquela música que você gosta tanto que você gostaria que as pessoas escutassem e lembrassem sempre de você? Tipo aquela canção que se você morresse, esta canção seria a ponte entre você e a pessoa que a ouvisse, sim, tipo aquela canção que você escolheria para se despedir da vida, sim, uma cancão que você gostaria que as pessoas se lembrassem de você sempre quando a escutasse. Sabe esta canção??? Pois é, é desta canção que eu vou me aventurar hoje! É uma música que eu gosto muito, muito, muito, desde quando eu era mocinho. Eu sempre a ouvia na voz e versão do Sting e depois de adulto, numa surpresa muito agradável, em um show da Mônica Salmaso em Brasilia pelo projeto Pixinguinha no ano de 2005, foi que esta música me reapareceu só que desta vez na voz de um músico genial carioca chamado Lui Coimbra, este cara é muito talentoso, toca vários instrumentos, canta muito bem, tem voz bonita e harmoniosa, é bom compositor e ainda toca um violencello que é uma beleza! Violoncello é um instrumento tão melodioso, tão suave, e este cara toca tão bem que eu chego a duvidar se nao há outras criaturas angelicais invisivéis aos olhos humanos que estão ali tocando com ele! Pesquisei um pouquinho sobre ele, e vi que ele já tocou com feras como Ana Carolina, Zizi Possi, Ney Matogrosso e outros artistas, mas neste dia ele fez um show junto com a Mônica Salmaso que pelo amor de Deus! Eu nunca consegui esquecer este show por causa desta música "Ouro e Sol" que é uma versão em português que ele junto com Zeca Baleiro fizeram com as bençãos do compositor britânico Sting.

Eu nao sei dizer exatamente o que esta música tem que me faz chorar, acho que é a melodia, é uma música prazerosa de escutar com uma letra pura, colorida e dourada como o sol, uma canção que me faz desejar coisas boas, que me faz ter saudades, que me faz sonhar com o futuro, este é o poder que a música tem, ela nos faz viajar. E esta música me leva pra bem longe!

Eu recomendo a todos este disco do Lui Coimbra, é impossível não se render ao brilhantismo e delicioso trabalho dele com esta forma prazerosa e diferenciada que ele tem de tocar. É um disco que vicia saudavelmente já na primeira audição. E que nos faz sentir orgulho dessa raiz 100% Brasil.
Minha vontade quando eu ouço um cara como este é de sair por aí gritando, cantando, falando pra todo mundo e agradecendo ao universo por termos ótimos talentos. Precisamos realmente desses oásis em nosso cenário cultural, para reeducar o gosto à boa e gostosa Música Popular Brasileira. Artistas como Lui Coimbra merece: ouro e sol!





Ouro e Sol
Lui Coimbra
Composição: Zeca Baleiro - Lui Coimbra
Disco: Lui Coimbra - Ouro e Sol - 2003


Quando o sol chegar
E acender o céu
Claro céu sem fim
Flores sem razão
Vão despetalar
Você vai lembrar de mim

Vai lembrar de mim
Quando azul sem fim
O mar e o vento oeste
Murmurarem sim
Vai lembrar de mim
Nosso sonho de ouro e sol

Era carnaval
E no meu quintal
Soprava o vento oeste
Na janela, luz
Dias tão azuis
Nós andamos sobre o sol

Sem olhar pra trás
Parecendo iguais
Ao sol da tarde oeste
A rolar no chão
Nosso coração
Se tingiu de ouro e sol

Nem juras de felicidade
Nem ilusões de paraíso
Um sorriso e pra sempre levar
Nosso olhar de ouro e sol

Os anos se vão
Dias passarão
Tardes assim
O sol se distrai
Vem a noite e cai
Você vai lembrar de mim

Vai lembrar de mim
Quando em seu jardim
Soprar o vento oeste
Um velho jasmim
Claro céu sem fim
Nós andamos sobre o sol



Foto Pedra do Rosário Rio Potengi Natal-RN

Related Posts with Thumbnails
Postar um comentário