domingo, 13 de abril de 2008

Roberta Sá em Brasília



A Aventura Musical de hoje ocorreu em uma nova casa de espetáculo que abriu aqui no Planalto Central bem perto do Palácio do Alvorada (residência oficial do nosso presidente), este novo espaço chama-se Espaço Brasil Telecom. E para inaugurar este espaço foi criado um projeto chamado "Belas da Vez" (e belas da voz também) que trouxe à Brasilia, Fernanda Takai (com o elogiado disco em que ela canta Nara Leao), Marina de La Riva (esta cubana brasileira e elegante) e agora nos trouxe para o deleite dos brasilienses esta menininha tão jovem (nasceu em 1980!), linda, fofa, maravilhosa, super feminina e bastante encantadora a cantora Roberta Sá.

Eu tava louco pra ver este show pois desde que ouvi a Roberta pela primeira vez fiquei encantado com ela, com a voz, com o repertório e pela primeira vez pude conferir um show dela, posso afirmar que Roberta tem voz bonita, tem carisma, tem presença de palco, valoriza pra caramba os nossos compositores, canta samba muito bem. Achei lindo ela de vestido, bem feminina, girando no palco e não resisti aos encantos desta revelação da nossa música!

Ela apareceu no cenário musical através do programa reality-show da Rede Globo Fama, o curioso é que ela foi eliminada na quarta semana, ou seja ela não venceu o programa mas conseguiu se destacar e fazer sucesso enquanto quem venceu o programa não se destacou e caiu no esquecimento. Através do FAMA ela conheceu Felipe Abreu (que é irmao da Fernanda Abreu) que foi o preparador vocal dela e a ajudou a montar o primeiro show em 2002 no Mistura Fina (Rio de Janeiro), ele também a ajudou a preparar uma fita demo que caiu nas mãos do diretor de novela Gilberto Braga. A partir daí a estrela dela comecou a brilhar pois ela sequer tinha disco gravado, não tinha empresário, não tinha gravadora mas a canção "A Vizinha do Lado" de Dorival Caymmi que ela gravou entrou no horário nobre da Globo através da trilha sonora da novela Celebridade em 2003.


Em 2005 ela gravou o seu "primeiro" disco, "Braseiro", um disco lindo, bem brasileiro, com canções de João Giberto, Chico Buarque, Paulinho da Viola, Marcelo Camelo, Teresa Cristina, Rodrigo Maranhão, etc, eu adorei este este nome "Braseiro", rima com brasileiro e lembra brasa, fogo, quentura. Roberta teve o privilégio de ter a participacao especial de Ney Matogrosso, MPB 4 e o grupo Pedro Luiz e a Parede neste disco, quanto prestígio esta menina tem!!!!

Roberta Sá tem 3 discos gravados, "Sambas e Bossas" (2004) este disco nao foi lançado oficialmente, "Braseiro" (2005) e "Que belo estranho dia para se ter alegria" (2007).




O show dela aqui em Brasília encantou os brasilienses que ao final do espetáculo sairam extasiados com o canto e os encantos desta potiguar. Achei lindo quando ela, no final do espetáculo, chamou o público pra perto dela. Outra coisa que me deixou feliz foi ver na platéia muita gente jovem prestigiando a nossa MPB, o bis foi caprichado pois ela voltou duas vezes ao palco.



Uma das músicas que ela canta que mais me encanta é "Ah, se eu vou", eu acho esta música muito fofa, cheia de ternura, magia, há algo de infantil nela visto que fala sobre ciranda e foi esta música que eu resolvi gravar no show e colocar aqui pra vocês que visitam meu blog:




Ah, se eu vou

Composicao: Lula Queiroga


Todo santo dia ela ia.
Ela ia lá me chamar
Pra dançar coco
À beirada da saia querendo rodar.

Pelo jeito dela
Pelo dengo,
pela simpatia

Se eu caio na roda
Essa moça pode me segurar.
Aí ela vai querer que eu deixe de ir pro samba
Aí ela vai querer que eu não vá na ciranda de Lia
Aí ela vai querer que eu não saia de perto dela
E eu olhando pra beira da saia querendo rodar.

Ah, se eu vou.


Mister Teles e Roberta Sá no Espaço Cultural Brasil Telecom em Abril de 2008

Related Posts with Thumbnails
Postar um comentário