domingo, 28 de junho de 2009

Dori Caymmi & Renato Braz em Brasília




Hoje fui testemunhar um encontro de dois virtuosos! Um show tão desprencioso, tão intimista, tão natural, meio que improvisado, eu adorei a espontaneidade dos dois que conversam no palco como se estivesse ensaiando e algumas vezes até interagiu com o público! Amei a simplicidade de Renato Braz! Adorei o violão de Dori e jeito dele, que fala as coisas bem à vontade fazendo a platéia sorrir, tenho certeza que Nana Caymmi também é assim, "mó figuraça"!!! Achei muito bonito o Renato Braz ter o reconhecimento de Dori Caymmi ali no palco, era visiível o respeito e admiraçao mútua!

Eu gosto muito da voz do Renato Braz e do estilo das músicas dele, a carreira dele é pura coerência. Ele só canta o que realmente sente que quer cantar, sem concessões. As canções que ele canta são parecidas com o universo do Milton Nascimento, da Mônica Salmaso, de Paulo Cesar Pinheiro, sendo assim era natural mesmo que eu fosse me identificar com ele! Estas canções exploram diferentes características da cultura brasileira tais como personagens do folclore, a religiosidade das procissões, enfim toda essa riqueza cultural e social do nosso Brasil.

A canção que resolvi trazer na Aventuras Musical de hoje, é um poema de Fernando Pessoa, eu me apaixonei por esta canção quando a ouvi pela primeira vez na voz de Mônica Salmaso que a gravou em seu segundo disco "Trampolim" de 1998, Renato Braz também a gravou com o Dori Caymmi no CD "Outro Quilombo" de 2002. Fiz um video desta canção, confiram!





Na Ribeira deste Rio
(Dori Caymmi/Fernando Pessoa)




Na ribeira deste rio
Ou na ribeira daquele
Passam meus dias a fio
Nada me impede, me impele
Me dá calor ou dá frio

Vou vendo o que o rio faz
Quando o rio não faz nada
Vejo os rastros que ele traz
Numa seqüência arrastada
Do que ficou para trás

Vou vendo e vou meditando
Não bem no rio que passa
Mas só no que estou pensando
Porque o bem dele é que faça
Eu não ver que vai passando

Vou na ribeira do rio
Que está aqui ou ali
E do seu curso me fio
Porque se o vi ou não vi
Ele passa e eu confio

Ele passa e eu confio

Eu e Renato Braz - Teatro da Caixa
Related Posts with Thumbnails
Postar um comentário